Melhoramos nossa voz, para que ela seja sua voz


“Um grande marco para a história da radiodifusão em Pedro Leopoldo”. São essas palavras, carregadas de emoção, que Elmir Alvarenga – fundador da Rádio PLFM – pronunciou à sua equipe diante da expansão do sinal da emissora. Para ele essa é a maior conquista depois da concessão do sinal comunitário. A torre da PLFM foi transferida para uma região mais adequada, onde ficam outras antenas de rádio e TV.

Para realizar tal mudança, os trâmites em Brasília duraram anos, isso porque a Rádio PLFM faz parte do canal comunitário da cidade, portanto tem suas licenças de funcionamento e expansão ligadas ao Governo Federal. Para funcionar, crescer e se manter há 23 anos, a PLFM submete projetos técnicos, aguarda concessões e cede espaço aos interesses e necessidades da comunidade, com fins não lucrativos.

“Quando começamos a estruturar a rádio, o que nos movia era a paixão pela radiodifusão. Diante dos avanços da tecnologia, com a televisão e a internet, muitos nos disseram que o rádio era passado. Mas a era de ouro que vivemos entre os anos 70 e os anos 90 ainda vive em muitos, e vem sendo aplicada em outros formatos. Rádio é um meio democrático, que chega em todo lugar, e é essa a essência da PLFM, estar presente na comunidade”, completa Elmir.

A emissora têm apostado cada vez mais nas novas mídias, através de podcasts e da disponibilização dos áudios de entrevistas e outros conteúdos da programação nas redes e em seu site. Um novo gás a um projeto que se transforma ao longo dos anos, sem perder sua essência.

A boa notícia traz ares de renovação para a recente gestora da emissora, Emilly Alvarenga. Diante da triste partida de sua tia Eunice, que ocupou a função por anos, assumiu – ainda aos 23 – a responsabilidade pela trajetória da rádio comunitária.

“Vemos a expansão neste momento, diante de tanta dificuldade para nós e para o mundo, como um reforço do nosso papel social em Pedro Leopoldo. Nossa intenção é de que a emissora seja um amplificador das milhares de vozes que habitam essa cidade. Somos apaixonados pelas narrativas dos pedroleopoldenses. Sofremos junto de nossos ouvintes diante das suas dificuldades. A ampliação do sinal da Rádio PLFM é mais uma ferramenta para servir a comunidade”, expõe Emilly.

Um dos impactos diretos da mudança da torre foi a melhora do sinal nos bairros próximos à emissora. Dessa forma a comunidade que abraça a PLFM poderá contar com um sinal de maior qualidade. A equipe já relata um clima de otimismo com essa nova fase, já que houve um aumento notável da audiência e da participação dos ouvintes nas ações da PLFM. É uma nova fase que se inicia, onde audiência e emissora estão ainda mais ligados pela comunicação comunitária.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *